Arquivo da categoria: Informações

Câncer de Mama e o Outubro Rosa!

cancer-de-mama-o-que-e

OUTUBRO ROSA

Na década de 1990, nasce o movimento conhecido como Outubro Rosa, para estimular a participação da população no controle do câncer de mama. A data é celebrada anualmente, com o objetivo de compartilhar informações sobre o câncer de mama, promover a conscientização sobre a doença, proporcionar maior acesso aos serviços de diagnóstico e de tratamento e contribuir para a redução da mortalidade.

O INCA participa do movimento desde 2010, promove eventos técnicos, debates e apresentações sobre o tema, assim como produz materiais e outros recursos educativos para disseminar informações sobre prevenção e detecção precoce da doença.

Campanha Outubro Rosa 2016

Em 2016, a campanha do INCA no Outubro Rosa tem como tema “Câncer de mama: vamos falar sobre isso?”. O objetivo é fortalecer as recomendações do Ministério da Saúde para o rastreamento e o diagnóstico precoce do câncer de mama e desmistificar conceitos em relação à doença.

A campanha:

  • enfatiza a importância de a mulher conhecer suas mamas e ficar atenta às alterações suspeitas;
  • informa que para mulheres de 50 a 69 anos é recomendada a realização de uma mamografia de rastreamento a cada dois anos;
  • mostra a diferença entre mamografia de rastreamento e diagnóstica;
  • esclarece os benefícios e malefícios da mamografia de rastreamento;
  • informa que o Sistema Único de Saúde (SUS) garante a oferta gratuita de exame de mamografia para as mulheres brasileiras em todas as faixas etárias.


    Para maiores informações, por favor, entre neste site ou entre em contato com seu médico

    http://www.inca.gov.br/outubro-rosa/outubro-rosa.asp

Cafeína, quanto tomar?

Cafeína – quem não gosta de tomar aquele cafezinho de manha, ou um café com leite? Colocar sua cápsula preferida e preparar aquele café?
A cafeína auxilia nosso corpo, mas quanto devemos ingerir da mesma?
Qualquer medicamento, manipulado ou industrializado, tem essa pequena diferença entre o que pode e o que não pode, qual a dosagem adequada. A cafeina é um exemplo claro em que a dosagem pode tanto te fazer bem como te fazer muito mal.

cafeínacoração
cafeína

Abaixo segue uma matéria publicada no site UOL

(Clique no link para visualizar a matéria completa).

De acordo com o cardiologista e especialista em medicina do esporte Luciano Vacanti, pesquisas indicam que indivíduos saudáveis e que não possuem sensibilidade à cafeína devem consumir no máximo 400 mg da substância ao dia no caso dos homens (o equivalente a 6 mg por quilo) e 300 mg no caso das mulheres (4,6 mg por quilo). “Estas são as quantidades máximas diárias, lembrando que outros alimentos também têm cafeína”, esclarece o médico.

Vacanti também explica que, de acordo com estudos clínicos, doses de até 500 mg de cafeína (um pouco mais de 6 doses de café ou energéticos) não são suficientes para afetar a frequência e nem a gravidade das arritmias. Contudo, esse limite varia muito dependendo da predisposição a problemas cardíacos e da sensibilidade à cafeína de cada indivíduo.

Já a nutricionista Patricia Rebelo e o médico Anthony Wong, chefe do Centro de Atendimento Toxicológico (Ceatox) do Hospital das Clínicas (SP) são mais rígidos em relação às quantidades. Segundo ela, o limite de cafeína por pessoa é de 2,5 a 4 mg por quilo. Para Wong, o nível de intoxicação é de 2,5 mg por quilo; “acima disso já se torna tóxico para o organismo”.

Patricia completa dizendo que estudos já relacionam a ingestão de mais de 600 mg a sintomas como taquicardia, dores de cabeça e de estômago, insônia, perda de apetite, náuseas, entre outros problemas.

No Fields Found.

Planta Carnívora contra celulite? Como pode?

Para alegria das nossas clientes, consumidoras que sofrem com series de problemas estéticos que as celulites trazem todos os dias, o mercado da estética desenvolve novidades para tratar com a celulite, nós estamos falando da planta carnívora na qual trata as celulites, ela também ajuda na perca da gordura localizada e age em todo o seu organismo de dentro para fora, acabando também com a possibilidade de volta do mesmo.

Vemos a cada dia surgirem novidades para diminuição e controle da celulite, diminuição de medidas, algumas como promessas milagrosas, outras com eficiencia testada.

Recentemente no mercado, a última delas é oriunda de uma planta carnívora, a Sundew, e foi lançada no 10º Congresso Consulfarma, em São Paulo.

Como funciona

A substância anticelulite, que atende pelo nome comercial de Adipo-trap, é de uso exclusivo de farmácias de manipulação, como a Tupã. Ela é derivada de uma planta carnívora chamada Sundew (Drosera Ramentacea), mais especificamente da secreção adesiva produzida por ela e de algumas de suas substâncias que possuem propriedades anti-inflamatórias.

Como age

Em contato com a pele, o princípio ativo é capaz de quebrar a gordura, diminuir a inflamação dos tecidos e reduzir o acúmulo de líquido. Testes realizados pela produtora do Adipo-trap mostraram que células de gordura incubadas têm seu teor gorduroso diminuído e menor tendência de acumular triglicérides em contato com a substância.

Resultados na redução da celulite e medidas

De acordo com o farmacêutico, em 12 dias já é possível ver melhora no relevo da pele, mas o efeito máximo é alcançado entre 2 e 3 meses. “Testes mostram que, em contato com o extrato, há redução da gordura e, consequentemente, a celulite e as medidas diminuem”, explica o farmacêutico Lucas Portilho, especialista em cosmetologia.

Outro estudo divulgado pela empresa que fabrica a substância comparou o Adipo-trap em concentração de 3% com a cafeína, um dos ingredientes mais usados em cremes para combater a celulite, em concentração de 1%. Como resultado, foi encontrado que o aspecto da celulite, a dor causada por ela e as medidas das coxas tiveram diminuição mais rápida e de maior magnitude com o uso da nova substância.

Materias e informações retiradas dos sites

http://www.vix.com/pt/bdm/beleza/planta-carnivora-devora-celulite-e-reduz-medidas-das-coxas-conheca

http://www.ageimagem.com.br/single-post/2015/06/26/Planta-carn%C3%ADvora-devora-celulite-e-reduz-medidas-das-coxas-conhe%C3%A7a

http://www.focusquimica.com/portfolio_ativos/phenbiox/adipo-trap-a-planta-carnivora-que-remodela-o-corpo/

http://entretenimento.r7.com/hoje-em-dia/videos/tchau-celulite-extrato-de-planta-carnivora-promete-acabar-com-os-indesejados-furinhos-19092016

http://www.farmaciatupa.com.br/spray-antigordura-com-extrato-da-planta-carnivora-drosra-ramentacea

arte-adipotrap
Produto disponível no site da Tupã – Clique e confira

Envie sua receita – http://blog.farmaciatupa.com.br/envie-sua-receita/

Revolução Farroupilha

bandeira-rio-grande-do-sul-800x445-1
imagem retirada do site – https://goo.gl/uyRPss – 20/09/2016 as 13:00

Guerra dos Farrapos ou Revolução Farroupilha foi como ficou conhecida a revolução ou guerra regional, de caráter republicano, contra o governo imperial do Brasil,na então província de São Pedro do Rio Grande do Sul, e que resultou na declaração de independência da província como estado republicano, dando origem à República Rio-Grandense. Estendeu-se de 20 de setembro de 1835 a 1 de março de 1845.

A revolução, que com o passar do tempo adquiriu um caráter separatista, influenciou movimentos que ocorreram em outras províncias brasileiras: irradiando influência para a Revolução Liberal que viria a ocorrer em São Paulo em 1842 e para a revolta denominada Sabinada na Bahia em 1837, ambas de ideologia do Partido Liberal da época. Inspirou-se na recém findada guerra de independência do Uruguai, mantendo conexões com a nova república do Rio da Prata, além de províncias independentes argentinas, como Corrientes e Santa Fé. Chegou a expandir-se à costa brasileira, em Laguna, com a proclamação da República Juliana e ao planalto catarinense de Lages.

A revolta teve como líderes: general Bento Gonçalves, general Neto, coronel Onofre Pires, coronel Lucas de Oliveira, deputado Vicente da Fontoura, general Davi Canabarro, coronel Corte Real, coronel Teixeira Nunes, coronel Domingos de Almeida, coronel Domingos Crescêncio de Carvalho, general José Mariano de Mattos, general Gomes Jardim, além de receber inspiração ideológica de italianos da Carbonária refugiados, como o cientista e tenente Tito Lívio Zambeccari e o jornalista Luigi Rossetti, além do capitão Giuseppe Garibaldi, que embora não pertencesse a carbonária, esteve envolvido em movimentos republicanos na Itália.

A questão da abolição da escravatura também esteve envolvida, organizando-se exércitos contando com homens negros que aspiravam à liberdade.Bento Manuel Ribeiro Lutou em ambos os lados ao longo da guerra, mas quando acabou a revolução ele estava ao lado do imperador.

Veja informação completa em – https://pt.wikipedia.org/wiki/Guerra_dos_Farrapos

Uma homenagem da Farmácia a todo o Rio Grande do Sul