Cafeína, quanto tomar?

Cafeína, quanto tomar?

Cafeína – quem não gosta de tomar aquele cafezinho de manha, ou um café com leite? Colocar sua cápsula preferida e preparar aquele café?
A cafeína auxilia nosso corpo, mas quanto devemos ingerir da mesma?
Qualquer medicamento, manipulado ou industrializado, tem essa pequena diferença entre o que pode e o que não pode, qual a dosagem adequada. A cafeina é um exemplo claro em que a dosagem pode tanto te fazer bem como te fazer muito mal.

cafeínacoração

cafeína

Abaixo segue uma matéria publicada no site UOL

(Clique no link para visualizar a matéria completa).

De acordo com o cardiologista e especialista em medicina do esporte Luciano Vacanti, pesquisas indicam que indivíduos saudáveis e que não possuem sensibilidade à cafeína devem consumir no máximo 400 mg da substância ao dia no caso dos homens (o equivalente a 6 mg por quilo) e 300 mg no caso das mulheres (4,6 mg por quilo). “Estas são as quantidades máximas diárias, lembrando que outros alimentos também têm cafeína”, esclarece o médico.

Vacanti também explica que, de acordo com estudos clínicos, doses de até 500 mg de cafeína (um pouco mais de 6 doses de café ou energéticos) não são suficientes para afetar a frequência e nem a gravidade das arritmias. Contudo, esse limite varia muito dependendo da predisposição a problemas cardíacos e da sensibilidade à cafeína de cada indivíduo.

Já a nutricionista Patricia Rebelo e o médico Anthony Wong, chefe do Centro de Atendimento Toxicológico (Ceatox) do Hospital das Clínicas (SP) são mais rígidos em relação às quantidades. Segundo ela, o limite de cafeína por pessoa é de 2,5 a 4 mg por quilo. Para Wong, o nível de intoxicação é de 2,5 mg por quilo; “acima disso já se torna tóxico para o organismo”.

Patricia completa dizendo que estudos já relacionam a ingestão de mais de 600 mg a sintomas como taquicardia, dores de cabeça e de estômago, insônia, perda de apetite, náuseas, entre outros problemas.

Nenhum campo encontrado.